PAULO MAXIMILIAN W M SCHONBLUM

Sócio Administrador

Rio de Janeiro / RJ

Áreas de Atuação

Paulo Maximilian é mestre em direito, possuindo sólida atuação nas áreas bancária e consumerista.  Desempenha relevante papel acadêmico, lecionando há mais de uma década em cursos de graduação e pós-graduação, tendo sido, ainda, autor de vários livros e artigos. Foi recomendado pela Revista Análise Advocacia-500 como referência em sua área e preside a Comissão de Direito Bancário da OAB/RJ desde 2009. Juntou-se ao CGV em 2004, tendo passado a sócio de capital em 2011.  Atua na coordenação técnica da célula de Causas Especiais e Consultoria

​Graduado em direito pela Universidade Estácio de Sá-RJ

Curso completo da Escola da Magistratura do Rio de Janeiro – EMERJ

Mestrado em Novos Direitos pela Universidade Estácio de Sá-RJ

​Recomendado pela Revista Análise Advocacia-500 como referência por sua atuação na área de direito bancário (2015), serviços especializados (2017/2019/2020), direito do consumidor (2018/2019) e como um dos advogados mais admirados do Rio de Janeiro nos anos de 2017, 2018, 2019 e 2020.​

Reconhecido pela ROUNDLAW como um dos mais respeitados e competentes advogados do Rio de Janeiro na área de Direito Bancário.

Professor da Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro – EMERJ desde 2003

Professor do curso de especialização em Direito de Empresas do Instituto de Direito da PUC/RJ desde 2011.

Professor do curso de pós-graduação em Direito Privado da Universidade Federal Fluminense – UFF desde 2005

Palestrante da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados – ENFAM em 2010.

Professor de Direito Bancário no Curso de Formação Continuada para Magistrados através de convênio entre a Escola Superior da Magistratura do Mato Grosso (ESMAGIS-MT) e a FGV-RIO, em 2017.

Professor do curso de Banking da Fundação Getulio Vargas – FGV/RJ em 2008

Professor do curso LLM de Direito Corporativo do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais – IBMEC/RJ de 2008 a 2010.

Professor Convidado no Programa de Educação Executiva da FGV-SP (GVlaw) de 2013 a 2015.

Professor dos cursos de graduação e pós-graduação da Universidade Estácio de Sá de 2001 a 2010.

Membro da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccionais do Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo

Presidente da Comissão de Direito Bancário da OAB/RJ desde 2009

Membro da Comissão Especial de Direito Bancário da OAB Federal desde 2019

Membro da Comissão de Professores de Direito do Consumidor do BRASILCON

Conselheiro Suplente do CONDECON – Conselho Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor do Rio de Janeiro (PROCON CARIOCA)

LIVROS:

Contratos Bancários. 4ª ed., Rio de Janeiro: Forense, 496p.

Dano Moral: Questões Controvertidas. 2ª ed., Rio de Janeiro: Forense, 155p.

Lições de Direito Imobiliário (Homenagem a Sylvio Capanema), Rio de Janeiro: GZ Editora, 2021, 683p. (obra coletiva)

Temas Atuais de Direito dos Seguros, São Paulo, Revista dos Tribunais, 2020, (obra coletiva)

Tratamento Adequado dos Conflitos (Obra comemorativa da 1a década da Res, 125 do CNJ), Vol. I, Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2020, 505p. (obra coletiva)

Constituição Federal Comentada. Organização Equipe Forense, Rio de Janeiro: Forense, 2018, 1.607p (obra coletiva)

Temas Polêmicos de Direito de Família. Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 427p (obra coletiva).

Novos Direitos: Os Paradigmas da pós-modernidade. Rio de Janeiro; Impetus 351p (obra coletiva).

ARTIGOS:

Alterações na Lei de Falência que melhoram a situação dos credores – www.conjur.com.br – 23.01.2021

CVM pretende controlar a atuação dos influencers – www.conjur.com.br – 13.11.2020

O remédio não pode ser pior do que a doença – sobre a Lei carioca nº 8.842/20 – www.conjur.com.br – 25.05.2020

Coronalessons: Boa-fé e mediação deverão ser postas em prática – Portal Jurídico Migalhas – 1º.04.2020

A atuação dos Gatekeepers: Responsabilidade proporcional ao âmbito de atuação. Revista Direito em Movimento (TJRJ), v. 17, n. 2, 2019, p. 108/123

Para que serviu a Súmula nº 75 do E. TJRJ e qual o feito do seu cancelamento? – www.conjur.com.br – 20.12.2018

Comentário à Jurisprudência do STJ (REsp. 1.338.793-MS) – Revista de Direito Bancário e Mercado de Capitais | vol. 65 | p. 364 | Jul / 2014

Comentário à Jurisprudência do STJ (REsp. 1.107.981-MG) – Revista de Direito Bancário e Mercado de Capitais | vol. 55 | p. 463 | Jan / 2012

Contrato de Leasing de Veículos: Verdades e Mentiras sobre o Valor Residual Garantido (VRG). Revista de Direito Bancário e do Mercado de Capitais, a. 14, n. 54, pp. 139/166, out-dez 2011 e Revista da EMERJ, v.14, n. 55, pp. 215/239, jul-set 2011

A Teoria da Perda da Chance como solução para o “SE” indenizável, Revista de EMERJ, v.12, n.48, 2009 e Informativo Jurídico CONSULEX, ano XXVI, nº 05, pp. 05/09 Artigo

Os Bancos no banco dos réus. Correio dos Bancos editado pela Associação dos Bancos do Rio Grande do Sul, Dezembro 2008.

Responsabilidade das empresas produtoras de cigarro. Revista de EMERJ, v.07, n.28, 2008, p.204/230

A gratuidade de justiça que transforma o Poder Judiciário em “Porta da Esperança”. Informativo Jurídico CONSULEX, ano XXIV – nº 49, dez. 2010, pp. 06/07 e FOCUS 6 – NOVEMBRO 2007

A Lei 8.078/90 e o Conceito Evoluído e Mutável de Consumidor. FOCUS 1 – MAIO 2006

Responsabilidade do estabelecimento hospitalar pelo ato do profissional médico não integrante do corpo médico. Revista da Associação Médica Fluminense, ano 3, n.º 11, jan/fev de 2003, p. 26.

Indenização do Dano Moral. Resenha Publicada no CADRES nº 04, 09.12.2001, EMERJ.